Seja bem vindo!!

Entre e desfrute...

24.9.11

Carta de repúdio




Olá Aquiles.

Tenho uma loja na rua João Pessoa.

A prefeitura de Tarauacá agiu de maneira preconceituosa, pois foram construídas barracas do Novenário praticamente na calçada da minha loja e por isso não tenho como entrar. Fui até  o organizador pedi que deixasse pelo menos um bequinho na porta, onde pudesse ter acesso a minha própria loja, mas, não fui atendida. Os Fiscais da Prefeitura foram verificar o tamanho da idiotice que fizeram, porque é muita falta de raciocínio tampar o único acesso de entrada de um estabelecimento comercial. A única resposta que obtive é que eu deveria ter comprado um terreno em frente a minha loja, para que isso não tivesse acontecido, e agora não tem mais como concertar já que a pessoa que comprou já pagou e não tem mais terrenos para vender. Falei que iria procurar meus direitos, mas me falaram que não tinha direito algum e que me virasse.

Vocês acham amigos que isto está certo? Porque a Prefeita não vendeu os terrenos centralizados já que assim, não beneficiaria somente um lado dos comerciantes?  Mas tudo isso é somente para concretizar, mais ainda, a verdadeira personalidade da Prefeita Marilete Vitorino, que é uma pessoa que beneficia somente os RICOS, digo isso porque em seu governo somente os ricos tiveram e têm vez e agora na venda dos terrenos para o Novenário, deixou mais uma vez comprovado que para ela somente os ricos são humanos, que os humildes, os mais pobres não são dignos de seu respeito e de oportunidades. Sei que eu falando aqui não vai resolver nada, mas, quero mostrar para o povo como é a lei de Marilete Vitorino, como ela trata aqueles que não são importantes para ela, aliás, importante somente nas eleições onde todo político com a personalidade dela, procura os mais humildes em busca de voto, se mostrando bonzinho, humilde e amigo.

Gostaria de lhe dizer amigo Aquiles, que me senti muito humilhada, pois vejo aqui que somente a Preta, Marcelino, Celiames, Marcos Mourão, e os demais (os que têm mais grana) que são visto e beneficiados pela Prefeita Marilete Vitorino, nada contra, pois eles são até meus amigos, mas para eles a Prefeita deixou suas frentes livres com entrada, com acesso, e agora pergunto e EU? Como meus clientes terão acesso para entrar em minha loja? Por acaso eles terão que ir até a esquina do Swing e vir pelas calçadas para poder terem acesso a minha loja, já que o lado direito foi inteiramente coberto pelas barracas que a Prefeitura vendeu? Sei que não sou rica poderosa como essas pessoas, mas sou humana, digna de respeito, pois nos anos em que o Vando Torquato foi prefeito, ele fez tudo certinho,  de forma alguma beneficiou e nem prejudicou ninguém, ele centralizou as barracas deixando então espaço para ambos os lados, onde a população podia andar livremente e ter acesso a todas as lojas e comprar seus produtos.

Tudo é diferente, na administração da prefeita Marilete Vitorino, para ela só existem os ricos, e os pobres que se lasquem, mas, nas próximas eleições, sei que o povo, aquele que Marilete não se importa e tão pouco respeita, vai dar a resposta, dizendo NÃO A MARILETE, NÃO AO GOVERNO DOS RICOS.

TODOS SOMOS DIGNOS DE RESPEITO, OS RICOS E TAMBÉM OS POBRES.

3 comentários:

Victinho disse...

Querida Kelle,

Estou te escrevendo esse comentário para ser solidário e apoiar você nesse momento. Sei que estais precisando. Olhe Kelle, ninguém, pessoa nenhuma merece ser tratada com indiferença, discriminação e injustiça em lugar nenhum do MUNDO.

Confesso e admito que, pelo nome e considerando o tempo que estou longe de nossa cidade, não te conheço. Mesmo sabendo a que família pertença pelo sobrenome, acho que não conheço você. De qualquer modo querida Kelle, conhecer sua identidade é o que menos importa agora. Ficar do seu lado neste momento é o que conta, imagino que você e sua família, pincipalmente suas crianças que necessitam se alimentar, vestir, material escolar, sua luta diária não deve ser fácil.

Acredite Kelle, para mim (Victinho) é juramento, é opção de vida, isso me acompanha durante toda vida. Onde tiver alguém sendo INJUSTIÇADO, esse alguém jamais estará sozinho(a), a menos que eu não saiba. E pra mim não importa Kelle a cor, o sexo, a religião, a etnia ou raça. Você está sendo injustiçada e tendo a coragem de falar por meio de uma carta para que outras pessoas possam, ainda que não sintam, ao menos tomarem conhecimento que estais sofrendo, triste e angustiada.

Sei por vivência Kelle, que a maior dor que existe é a dor da injustiça, o quanto machuca por dentro, quem sabe o tamanho da dor é quem sofre injustiça... Kelle, além do Aquiles, eu também estou me colocando ao seu lado. Se o que te escrevo de alguma forma te ajuda nesse momento, quero dizer: Eis o meu apoio. Você não está mais sozinha.

Não esqueça Kelle: seu amigo n° 01 é o justo guerreiro AQUILES, por ter pego sua carta e tê-la publicada na chamada de capa do seu VALENTE e VALOROSO blog. Agora, me permita reivindicar a cadeira de n° 02 no seu rol de amigos.

Eu, Victinho, prometo com muita bravura brigar por ela. desde que não tenha chegado alguém antes de mim. Lembre-se não quero ser injusto com ninguém, SEGUINDO O PÉSSIMO E INJUSTIFICÁVEL EXEMPLO DA PREFEITA MARILETE VITORINO EM RELAÇÃO A VOCÊ, KELLE.

Abraço forte amigo Aquiles,

Do: Victinho – “COMUNISTA NUNCA MAIS” (em 18m2)

Flor de Liz disse...

Querida Kelle, tem meu total apoio nessa luta. Parabéns pela coragem.

José de Araújo disse...

Mas que coisa em??? "As lojas que estão sempre aqui". Sendo prejudicadas por marreteiros que aparecem uma vez no ano. Acorda organizadores... ACORDEM